quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Capitais são centros de concentração escravista

        Não posso ser contra a industria como técnica de produção, pois há muito de útil na produção maquinada; Porém a ideologia por trás dos atuais donos da industria é deplorável. Baseados em estruturas escravistas, as Capitais(centros industriais em função do capital) criam um verdadeiro centro de concentração, onde a reprodução dos escravos sem limitação, o abuso indiscriminado destes e a vampirização mental são os termos que constituem as leis fundamentais deste campo.
          Fazem-nos crer que vivemos os melhores dias da humanidade, que temos todo alimento do mundo em um mercado, que temos maior expectativa de vida, que a cidade é um paraíso. Basta parar um pouco para analisar e perceber que as capitais não oferecem nem o mínimo da necessidade de um ser humano para ser feliz.
        O ar é intoxicado por gases altamente nocivos à saúde, o alimento está todo contaminado por agrotóxicos, flúor e metais pesados, a água está completamente desvitalizada e igualmente contaminada por metais pesados e flúor e por todos lados somos bombardeados por poluição áudio-visual, persuadidos por ideais ilusórios; somos um alvo, somos um consumidor em potencial aos olhos dos megalomaníacos industriais.
        Na questão de expectativa de vida, quem prova o quanto viveram os povos antigos? Existem relatos de tribos com anciões que passavam a meta dos 150 anos, sem contar o povo asiático que teve grandes mestres com mais de 250 anos. Para os mais céticos, vamos supor, dentro da religião materialista que impregna a atualidade, que nunca se viveu mais de 45 anos na antiguidade; Tenho certeza que 45 anos vividos com intensidade e integridade são muito mais valiosos que 80 anos debaixo de trabalho escravo e condições de vida limitadas. Expectativa de vida? Esperando o que? A morte vir?
       Sejam os comandantes desta pobreza generalizada os iluminatis, grandes banqueiros, bilderberg, reptilianos ou qualquer uma dessas teorias, quem define somos nós. Temos que praticar a saúde mental e física, estar preparado para o que vier, pois paz sem voz, é medo. Temos que boicotar estes bandidos, deixar de comprar seus produtos nocivos, pois já há um mercado verdadeiro - como feiras orgânicas - baseado na justiça, e temos que estimulá-lo. Busquemos técnicas como a Permacultura, agrofloresta, alimentação viva, regeneração quãntica e tantas outras que existem por aí. Não podemos esperar que eles nos dêem a chave para destruir justamente o que sustenta esse castelo de areia, vamos molhar esse castelo, antes que seque e fique duro como cimento. Conto com o povo da Terra. Aho!

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Nunca seremos o mesmo depois de uma experiência

Quem nasce cego e nada enxergou na vida, não sabe como são as cores.
Quem nasce abaixo de violência e só conhece o ódio, não entende o amor.
Quem nasce banhado de preconceitos, e apenas conhece ideias engessadas, não compreende o ser humano.
Quem nasce imerso na grande cidade e nunca respirou um ar puro, não compreende o próprio corpo.

    A experiência é a forma mais verdadeira de mudança dos atuais paradigmas sociais. Quem já experimentou algo bom, ajude o irmão a experimentar, mas ajude com o coração, com respeito ao outro ser, sem impor nenhuma verdade. Gratidão por existir, é só isso que sinto quando vivo com simplicidade, não preciso de muito, apenas de tudo.

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Políticos são como mendigos de "likes" do Facebook

    Ontem assisti ao vivo a reunião da câmara dos deputados até a 1:50 da manhã. Foi incrível a atitude de modificar o plano provindo da presidente para um plano melhor(na proposta da Dilma, os royalties dos contratos a partir de 2012 seriam 100% destinados a educação, porém um contrato de 2012 só gera renda em 5 a 10 anos, portanto foi proposto que os royalties desde 2000 sejam 75% destinados a educação e 25% na área da saúde).
     Isso demonstra que tudo que os políticos precisam para funcionar é atenção popular. Eles funcionam como mendigos de "Likes" do facebook, só querem alguém os elogiando. Façamos, então, ídolos do povo não o Neymar ou um ator da Globo, mas sim, grandes políticos, filósofos, músicos, professores e pensadores.
Supondo que o senado aprove, conseguimos o primeiro passo: investimento nas áreas.
E agora?
    Investir em educação não pode significar construir mais escolas, e investir na saúde não deve ser apenas mais médicos e hospitais. Devemos reconstruir a base filosófica destas duas áreas. Uma reforma educacional é necessária já. Chega de aprisionar gênios em potencial. Podemos começar uma reforma com a metodologia Waldorf, ou com o exemplo da escola da ponte em Portugal e projeto Âncora em São Paulo(ensino por projetos, segundo o professor José Pacheco).
    Na questão da saúde, temos que ter noção de que tudo começa na alimentação e nos bons costumes, então começando por tal, precisamos de uma reforma agrária e revolução ideológica nos meios industriais de produção alimentícia. Os bons costumes são provindos de uma boa educação.
    É lógico a necessidade de médicos convencionais em últimos casos(quando só o facão resolve), mas a medicina ancestral previne a maioria das doenças conhecidas. Desde que tenho me alimentado da maneira mais orgânica possível, não tive mais resfriados e aprendi a conhecer meu corpo. Viva a naturologia! Viva o autoconhecimento! Viva a verdadeira educação, longe da televisão!

O verdadeiro protesto é ser o que se é

E o protesto é eterno, o protesto é estilo de vida e não palavras ao ar,
É sentir mais do que pensar, é ser, viver; o protesto é amar.
Se o gigante acordou,
Precisa apreender que neste planeta Maya da ilusão,
Nada nunca realmente mudou apenas com a razão,
Entre tantas palavas cruzadas,
Um beijo e um abraço mudam mais que mil palavras,
No entendimento do falso intelectual,
na vida moribundo,
Um beijo e um abraço são tão temidos quanto o mal,
pois tem mais força que qualquer arma do mundo.

sexta-feira, 10 de maio de 2013

Como fazer: Leite Vegetal

Em função de inúmeros motivos, o leite de outro animal não é propício ao consumo humano.
Mas e aquela deliciosa batida de banana? E o cereal matinal? Terei que deixar de consumir?

Eis a solução: Leite Vegetal, ou extrato vegetal.
Além de ser saudável e delicioso, o leite vegetal pode ser mais econômico(como no caso do leite de arroz ou de soja) e prático de se fazer. Particularmente prefiro o sabor dos extratos de sementes oleaginosas, como a castanha do pará, castanha de caju, nozes(pecan, chilena, entre outras), amêndoas, avelã, amendoim, pistache, gergelim e por aí vai...

Por uma questão econômica vou utilizar de exemplo o leite de amendoim, que é muito saboroso e indicado para batidas, bolos, mousses, pudins, leite condensado, doce de leite e todo tipo de receita doce. No caso vamos utilizar o amendoim marrom cru, mas pode-se fazer o mesmo processo com todas sementes oleaginosas.

Materiais:
-750ml de Água mineral
-250g de Amendoim(cru ou tostado) ou outra semente oleaginosa.
-Forma para assar o amendoim caso esteja cru.
-Liquidificador
-Filtro de pano ou sintético (pode ser uma camiseta ou pano de prato sem estampa)
-Bacia Larga

Parte 1 - Assando (somente no caso do amendoim cru):
       Quando feito com amendoim levemente torrado tem-se melhor sabor e maior tempo de vida que com amendoim cru, sem contar que facilita na remoção de cascas. Portanto se o amendoim que tens é cru, aconselho a levá-lo ao forno em fogo baixo por 15 min. Cuidar para não torrar, de preferência o amendoim deve manter a cor clara. Espere esfriar. Retire a casca do maior número possível de amendoim, uma boa maneira de fazê-lo é friccionando uma mão contra a outra. Para separar a casca pode-se assoprar ou utilizar um secador de cabelo(faça este processo fora de casa ou em local de fácil limpeza).

Parte 2 - Extrato Vegetal:
Coloque as sementes junto a água no liquidificador, é indicado deixar de molho na água por algumas horas para inchar as sementes, mas este processo não é vital. Ligue o liquidificador e bata a mistura até formar uma massa homogênea e pastosa, caso fique muito liquido adicione mais sementes, e caso fique muito pastoso a ponto do liquidificador não processar adicione mais água. Agora estique o pano na bacia e derrame um pouco da massa no centro. Junte as pontas do pano e segure como uma trouxa, eis a teta da mãe Terra!
Vá ordenhando a teta até a massa interna ficar bem seca, guarde esta massa interna em outro pote(esta pode virar uma deliciosa ricota). Faça o processo de pouco em pouco até acabar a massa. Nosso leite está pronto!

Obs: Com a prática perceberás a equação Água x Semente que mais lhe agrada. O processo pode ser feito com qualquer semente ou arroz cozido ao dente.

Parte 3 - Ricota Vegetal.
Com o que sobrou, adicionamos bastante azeite de oliva ou óleo de salada, orégano, sal, limão e tempero à gosto. Importante termos os 4 sabores: Doce(amendoim, Salgado, Amargo(orégano) e Azedo(limão). Compactar bem em um pote e deixar na geladeira por algumas horas.

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Ó Santa Catarina, Salve-se!

         O que acontece com nossa paradisíaca Santa, Santa Catarina? Prédios de alturas inimagináveis assombram as antes deslumbrosas orlas litorâneas. Carros trancam cidades que a poucos anos eram pequenos vilarejos harmoniosos, e, em conjunto a esgotos infectados por produtos industriais, exalam um odor fétido. Como chamaremos a ilha da magia daqui a 50 anos? Ilha da porcaria? Não, seria uma ofensa aos porcos. Acho que do jeito como louvamos a cultura norte-americana chamariamos de SujisLand, bem retratado, já que, o que mais vejo nas ruas é Shoppings, Fast Foods, Big Cars, Bus entre tantas outras futilidades que não passam de ilusão, pois de nada adianta vendermos nosso ouro que é a beleza natural em troca de um estilo de vida doentio.
        Àqueles que vão a Bela Santa com ambição na mente, evoluam, cresçam, ampliem vossas consciencias, ou nossa consciencia, já que acredito que tenhamos uma consciencia como humanidade. Fico tranquilo, porque vejo luz no fim do túnel, vejo pessoas lutando lado a lado com a verdade. Vamos nos unir, vamos mudar! Salvemos este paraíso enquanto a tempo!

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Um milagre aconteceu: Respirei!

"Não fumo, não bebo, não tenho apego, segredo ou medo.
Gosto do mato, andar pelado, amar e ser amado, viver lado a lado mesmo separado.
Gosto do mar, de surfar, na terra deitar, bananeiras apreciar, nas dunas navegar, a lua admirar, em Júpiter conectar, com água da fonte me hidratar. Gosto de o tempo admirar, sentir a vida brotar observando o trigo germinar. Viva a água, fonte da vida!
Cascata! Água pura cristalina, alucina minha retina, traz a calma, limpa alma, aproxima e ensina que o pó das estrelas lá em cima está em tudo que Deus cria em tortas, mas lindas linhas."

Autor: Um ser humano, com qualidades e defeitos que alguns costumam chamar de Guto, Augusto André.

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Como germinar Trigo

      Utilizo neste caso trigo integral e germinável. Facilmente se encontra o trigo nesta qualidade em feiras e supermercados. Dê preferência ao orgânico para evitar danos ao meio ambiente e a seu corpo.

      A qualidade da semente influi na proporção de germinação.

Como germinar:
      Primeiro lave bem e o mergulhe na água. Espere alguns minutos e retire os que boiaram(se tiver uma horta ou canto com terra, joga na terra que nasce). Após a seleção e a lavagem, deixe o trigo de molho em água por 8 horas. Costumo tapar o recipiente com um pano para evitar insetos.

8 horas depois:
       Agora precisaremos de uma Peneira ou algum recipiente que funcione como tal(utilizo algumas peneiras de plástico semelhantes a uma bacia furada), é necessário que a peneira seja de um diâmetro mínimo de 15 cm para 500g de trigo. Passe o trigo na peneira e lave bem para retirar as enzimas de defesa das sementes. A partir de agora começa o processo de germinação, deixe a peneira com o trigo levemente úmido em repouso e preferencialmente tapada. A cada três horas mais ou menos passe uma água no trigo, pode ser direto da torneira(se a água do local onde esteja for potável).          
       Particularmente utilizo uma bacia de salada com a peneira para fazer a lavagem, pois assim se economiza água e se obtém melhor higiene.

       Em cerca de 1 dia e meio após, o trigo germinado estará no ponto para pães essênios, pizzas e chapatis. Gosto de utilizá-lo logo que sai a primeira "bundinha" esbranquiçada das sementes, como vemos na imagem acima, onde germinei 500g de trigo em pró de uma deliciosa pizza de rúcula com tomates e queijo de amendoim.

       Logo postarei receitas de tabules, bolos, pizzas, pães, pretzel, cookies, negrinho vegano, leite de amendoas, queijo(ricota) de amendoim e muito mais. Tudo sem exploração animal!
       O trigo germinado contém enzimas facilitadoras da digestão de proteínas. Me acostumei com seu sabor, e ainda mais com a sensação de limpeza e satisfação que gera no corpo.
       Bom proveito, tens agora em mãos a base da revolução culinária e da medicina do futuro.Mente sã, Corpo são.

Trio Lavagem Musical

        Som experimental que ocorreu nos fundos de casa, a reunião dos músicos se deu de forma totalmente casual. Emanando boas vibrações e unindo novas culturas estamos aí para o que der e vier! CuraSom!!

Não sentir para Sentir

Não há motivos para chorar,
Não há motivos para sorrir,
Não há motivos para ficar,
Nem para ir,
Não sinto dor,
Não sinto temor,
Tao pouco sei se realmente sinto amor,
Mas, por incrível que pareça, esse sentimento confuso nutre a vontade de viver.

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Leite Vegetal


          O que leva criar um animal, alimentá-lo, obrigá-lo a ficar prenho e investir em maquinas para sugar o leite de suas tetas incessantemente dez vezes mais barato do que produzir leite a partir do arroz, por exemplo?
          Percebi que o leite animal não me faz bem, procuro por leites vegetais no mercado, porém, produtos com isenção de aditivos prejudiciais a saúde são extremamente caros. Acabo produzindo o próprio leite em casa, a partir de simples ferramentas. Se eu, ensinado pelo professor google, consigo fazer leites vegetais deliciosos com preço de custo baixíssimo, por que o preço nos mercados estão tão absurdos? Leite de Arroz por 15 Reais é artifício para poucos!
           Outro detalhe é que o "insumo" da produção do leite vegetal - principalmente os de castanhas e nozes - pode ser utilizado para fazer deliciosos "queijos veganos", dar caldo a sopas e em último caso servir como uma riquíssima compostagem para a horta. Enquanto isso o "insumo" da produção de leite, ou seja, toneladas de esterco e urina infectados por antibióticos poluem os rios e em alguns casos até os lençóis freáticos.
          Existem outros resultantes da produção de leite como o baby beef, ou carne de vitela(bezerro filhote criado em condições propícias a anemia, para se ter uma carne mais macia e esbranquiçada) e a própria vaca que falece precocemente* gerando "frutos" para os abatedouros ... Hmn começo a entender o por quê de ser mais lucrativo; não são contabilizados os danos morais e ao meio ambiente em seu preço.

*Existem alguns relatos sobre vacas industriais viverem em média 1/4 da vida de uma vaca do campo.

Viva a vida, Viva o Leite Vegetal!
No YouTube há vídeos ensinando diversos tipos de leite, desde o de Amêndoas(meu favorito), Amendoim, até de Soja, Gergelim.

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Caindo na Real

Sedento por paixões segue este corpo a mim concedido,
Alvoroçada por ideias revolucionarias segue minha mente,
Da alma germina, aos poucos como o trigo, a necessidade de integração; amor incondicional.
O uivo incessante do vento ao atingir 
as árvores gera dúvidas saudáveis:
“Onde estou? Que planeta é este?”
Então caio na real, estou em um quarto de uma casa, num país chamado Brasil em uma cidade chamada Porto Alegre.
Mas afinal, que realidade é esta?

sábado, 22 de setembro de 2012

Segundo Sol


"Ó divindade superior,
Súplicas por um lugar mais arejado,
Onde o homem tenha a benção de respirar,
Onde a formula não seja "Tempo é Dinheiro",
Onde os seres de luz possam atrair os sentimentos mais puros e angelicais,
Onde a fé não seja imposta e sim conquistada geração por geração, ano após ano,
Faça com que os homems percebam o tamanho de nossa existência perante os astros, inimaginavelmente superiores.
Faz de meu dia a dia divino, vivido e aproveitado.
"O segundo sol" que aparece aos céus é uma pequena demonstração de sua proeza, criador do universo.
Dedico minha humilde vivência nesta passagem terrestre a curar os seres necessitados, pois aí, eis a própria cura.
Não espero nada em troca, apenas a verdade, sem temê-la."




http://blogluizcastilho.blogspot.com.br/2012/05/imagens-de-dois-sois-o-segundo-sol.html

sábado, 1 de setembro de 2012

Símbolos da coerção militarista


             Estou a muito tempo sem escrever, perdi a prática enquanto vivi com maior contato natural com o ambiente nativo e isso fez-me perceber que devo equilibrar a ciência das palavras que já conheço e admiro com os sentimentos livres dos ruídos frequênciais das matas. Bem, o que me leva a digitar neste teclado e receber de brinde um bronzeamento artificial na frente da tela do computador é uma certa inquietude que me afetou sobre  um assunto nada singular: resquícios da ditadura militar no Brasil.
Ainda hoje presenciamos cenas que podem ser consideradas abusivas do poder militar sobre a sociedade, como foi o exemplo do que ocorreu no parque marinha neste sábado de tarde.

“Na cobertura do Rolê em Porto Alegre, chegamos agora a pouco do Parque da Skate Marinha. Tivemos a tristeza de presenciar esta cena, onde um pai skatista (acompanhado de sua filha e esposa) foi preso com muita brutalidade por filmar uma ação da polícia, que estava enquandrando muita gente no parque. Parecendo que estavam numa ação de guerra, a polícia, que chegou com grossos calibres, não deixava sequer documentar. A foto peca em definição dado ao momento tenso para fazê-la! Mais um flagrante dos resquícios de ditadura!” – Mídia Skate no Facebook.

                Já sofri diversas vezes, em tempos de colégio, “atraques” aterrorizantes desta cambada de “adoradores da violência”. Na época, sempre utilizei argumentos pacíficos e racionais, mantendo sempre a violência da polícia neutralizada. Imagino que eu, mesmo tendo estudado em escola particular, utilizado roupas adequadas para o padrão geral e fazendo sempre o melhor que posso para o bem comum sofri abuso dos que eles chamam de “autoridades”, o que resta para quem não tem nem casa para dormir e está entregue a algum vício incontrolável como o crack? Estes seres necessitados de amor para contrastar um pouco a vida são os que mais precisam de nossa ajuda e não de um tratamento com o qual já estão acostumados desde a infância: a Violência. “Crack Nem Pensar”!? Claro! É muito mais fácil esquecer os problemas que a festa de alguns gera. Debater e chegar a uma conclusão benéfica para a saúde dos tecidos sociais parece manobra impossível nas mãos de quem divulga informações massivas no Brasil.
               O papel da polícia é proteger aqueles que fazem parte da cidade, ou o interesse de uma menoria de poderosos criminosos corporativos? Mesmo que esta atitude não se compare a ditadura militar no quesito intensidade das atitudes ela é um símbolo do poder da violência militar sobre os civis. “
               Como sociedade, percebo, em minha humilde vivência, que estamos passando por um processo evolutivo crescente, onde cada indivíduo desenvolverá sua própria cura através de conhecimentos naturais não bloqueados, denominado por alguns de ocultismos. Neste tempo de transição é normal ocorrerem conflitos entre as diversas frequências de pensamento.
                 Espero que nossa engrenagem social esteja realmente caminhando para o lado que parece caminhar: da paz através da universalidade. Chegou o tempo de olharmos pro espaço e percebermos, com ajuda da alta tecnologia já canalizada por meio de dois séculos de doutrina severa, e com a percepção aguçada de uma criança, que não somos o centro das atenções universais, mas sim parte importante de um imensurável sistema universal. "Um prego solto pode derrubar o cavalo da ponte"  portanto concebamos nossa grande pequena importância de todas dimensões existentes.
Agradecimentos ao Mídia Skate por informar a população, sedenta de mudança sobre os acontecimentos reais, sem filtros da mídia ignorante.

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Ufanismo Futebolístico


       Sou amante assíduo de esportes, seja radical ou tranquilo. Esportes que utilizam bolas são uma paixão, sobretudo o futebol. Em função de meu pai, torci pelo Grêmio de Porto Alegre durante toda minha infância, até descobrir, com a maturidade, a índole política do clube e sua história um tanto quanto racista, fato que fez-me brochar o tesão pelo futebol “profissional”. Analisando a reação de algumas torcidas e a paixão devota, por vezes até religiosa, de algumas pessoas, percebi que este é um fenômeno que exige estudo, pois talvez um estudo nesta área nos leve a encontrar o tendão de Aquiles do sistema “pão e circo”.
Fico imaginando se no âmago dos clubes houvessem interesses políticos declarados. Ruralistas Vs Ambientalistas, Time da Polícia Federal Vs Pacifistas, Capitalistas Vs Socialistas, ou qualquer partido real, com algum motivo para se defender uma bandeira. Sejamos francos: o ufanismo de defender uma bandeira em função de uma cidade ou estado não cola mais...

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Vida: Um magnifico Teatro-Escola

Sinto que aos poucos o vigor revolucionário está se transformando em maturidade e compreensão de toda a vida. Claro, existem muitas coisas que a meu ver estão erradas neste planeta, e acredito que estamos vivendo o momento de união para uma mudança no sistema, devemos, portanto gritar o mais alto possível. Porém, começo a entender melhor a função do que já considerei "mal" na Terra. A maneira mais rápida de evoluir a frequência vibracional é através do sofrimento. Nossa dimensão é caracterizada pela dor, pelos cinco sentidos. Não existem bem ou mal, todos estão colaborando para a evolução de todos os seres. O lado que se escolhe na batalha não significa nada, simplesmente seremos um peão da vontade maior, nesta jornada até a luz.
 O universo é um sistema de pólos opostos e complementares, e é isso que proporciona a perfeição deste. Yin Yang. Este planeta que estamos agora é um planeta base de aprendizagem e evolução do ser através de experiências proporcionadas pela mistura de frequências vibracionais. Mas evoluir para onde? Poderia simplesmente dizer que estamos indo de encontro ao criador, ou que vamos chegar a uma sociedade perfeita e sem problemas, mas se esse planeta se tornar menos denso, outro planeta terá que se tornar denso, em função do equilíbrio, porém prefiro não opinar. Não sei para onde estamos evoluindo. Digo isso em visão geral e não somente do nosso planeta. Talvez a evolução seja só parte de um movimento físico ocorrente no cosmo, tanto no macro como no microcosmo.
Essa nova visão, remanescente nos últimos dias, eleva a consciência através da compreensão de quem sou, qual minha função neste Teatro-escola da vida e qual meu lugar no universo. Com este "upgrade" consigo centrar meus objetivos, focando os dons que o criador nos proporciona. Desejo a clarividência divina a quem suportá-la.

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Dilema comum

Veículos em alta velocidade, fumaça tóxica, água e alimentos envenenados, chuva ácida, efeito estufa, superpopulação, viroses, péssimo odor, cimento, falta de cor, congestionamento de tráfego, poluição sonora, drogas.

Pássaros, aroma das flores, alimentos orgânicos, música, chuva que lava a terra, individualidade, coletividade, enteógenos, saúde.

Viver uma vida longa, pelos padrões de tempo métrico, ou encarar a aventura da vida, vivendo mais em menos tempo?
Cidade ou mata?

Ocultos pensamentos

Mendigo Milionário
Gênio Desinformado
Louco Visionário
Pacifista Armado

Música sem partitura
Planador sem asa
Doce sem doçura
Andarilho com casa

Corajoso medroso
Medo corajoso
Segredo do medo
Medo em segredo

Aventureiro Parado
Longe mas ao lado
Vida rola dado
Presente
Futuro
Passado

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Ser criança é questionar

A mídia, ou será a boca da vizinha? Sinto no ar pessoas manipuladas pelo mesmo ideal, o ideal de não se ter mais ideais. Será que é positiva essa mudança pela qual passamos hoje? Será que pessoas parecidas geram menos problemas? Será que alguns querem manipular outros para os manterem em seu controle e o fato de criar ideais sem fundamento, mascaradas pelo truque do paradoxo da busca eterna, seja a melhor maneira de se chegar a este objetivo? Será que um objeto industrial pode fazer alguém feliz? O que é a felicidade? Se todos forem parecidos, todos terão sucesso na vida? O que é sucesso? Por que do por quê? Quero continuar a perguntar como uma criança em busca da felicidade, mas muito mais que isso, quero ser uma criança feliz.

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Parábola do Surfista

O menino estava com sua prancha de surf sentado na beira da praia em frente a um enorme morro, quando surge um homem e senta a seu lado.
-Tudo bem? – cumprimenta o homem.
-Mais ou menos.
-Ué! Por quê?
-Estou meio cansado de estar nesta praia.
-Porque não vens comigo que te levarei para o outro lado do morro, onde dizem que há várias praias e trilhas para descobrir?
-Seria muito difícil ir com minha prancha e tenho medo de deixá-la, pois poderá não estar mais aqui quando voltarmos.
-Vamos lá! Talvez ao irmos descubramos que existem tantas maneiras de viver que não vais querer voltar a esta praia.
-Mas e se eu for e me arrepender, pensando que mesmo depois de tudo que conheci o melhor lugar era aqui e fui muito ignorante por abandonar?
-Se isso acontecer será melhor ainda, pois conseguirás viver com muito mais prazer naquilo que consideras banal hoje.
-Você me convenceu, melhor viver do que ter medo de não viver. Vamos lá.

Parábola da Riqueza

Havia quatro pessoas em uma roda de conversa, um jovem, um homem de meia idade, a mulher deste homem e um ancião. Foi então que a mulher espontaneamente perguntou: Qual foi a pessoa mais rica que vocês já conheceram?
O jovem se interessou logo pelo assunto e se prontificou:
-Um dia estava eu no intervalo do meu trabalho como auxiliar de montagem de automóveis quando vi de longe o dono da maior empresa de automóveis do país. Ele veio se aproximando, não pude evitar a emoção e logo que passou pela minha frente puxei assunto.
-E o qual foi a reação dele? – resmunga o ancião.
-Me mirou da cabeça aos pés e com tom irônico me cumprimentou, em seguida abriu seu celular, colocou-o na orelha e continuou a caminhar. E você conheceu alguém poderoso? – Perguntou dirigindo-se à mulher.
Ela, sem indagar, respondeu audaciosamente:
- Cresci com João,  presidente da associação de médicos da maior universidade da Europa.
-Eram amigos íntimos? – Pergunta o ancião.
-Sim, mas ultimamente, com tanto trabalho, ele não consegue manter contato com velhos amigos.
- E você, meu amigo, porque não contas teu relato? – Falou o jovem se dirigindo ao homem de meia idade.
O homem ficou quieto por alguns segundos, baixou a cabeça e com certo receio começou a falar:
-Não gosto de me lembrar do fato, pois a pessoa mais poderosa que conheci foi Pedro, um amigo de faculdade, que faleceu ano passado aos trinta e sete anos. Ele era um grande trabalhador, conseguiu montar uma empresa de sapatos e em dois anos já havia conquistado mercado internacional.
-Não te importas de relatar a causa do falecimento de seu amigo? – Pergunta o ancião.
-Bem, ele sofreu com um tumor no pulmão que logo se espalhou para o cérebro e não houve salvação. E você? Com tua vasta experiência deves ter conhecido grandes homens, não é mesmo?
-É! Quem foi à pessoa mais rica que você já conheceu? – Se impôs o jovem.
-A pessoa mais rica que já conheci foi um homem que morava em um morro no meio da mata. – responde o ancião com absoluta tranqüilidade.
- O que?Estás louco? – exclamam todos os presentes.
Com um leve sorriso na face completa o ancião:
-Falo sério, pois o dono da maior empresa de automóveis nunca conseguirá ter amigos a não ser guiados por interesse, João não terá tempo para viver a vida, assim como Pedro não pôde viver com saúde por ter dedicado a alma a seu trabalho. Enquanto isso o homem do morro tem seu alimento, água da fonte, saúde, tempo para viver e verdadeiras amizades.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Nem tudo é o que parece.

O planeta água é chamado de Terra,
O paradoxo da doença é chamado de plano de saúde,
Assassinos são chamados de poderosos,
Flores são chamadas de drogas,
A venda da alma é chamada de sucesso,
A cura é chamada de loucura,
Barro é chamado de sujeira,
Aproveitamento sobre os outros é chamado de trabalho,
Hipocrisia é chamada de lei,
Alienação em massa é chamada de propaganda,
Mas o que mais me preocupa é que a destruição do planeta é chamada de evolução.

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Ser Interesseiro

      Por muito tempo havia perdido a esperança nas relações sociais ao acreditar que em todas sempre há um interesse oculto, mascarado ou até descarado. Pensei muito sobre isso, e realmente é fato: 99% das relações sociais são baseadas em interesses.  Na verdade isso é o que deixa a vida mais maravilhosa ainda e não uma depressão total como pode parecer ao primeiro olhar, pois de acordo com seus interesses cada pessoa se coloca no local apropriado, seguindo consequentemente a lei da atração, onde nada é por acaso.
      Existem aqueles que se interessam por poder através de bens materiais, outros através de status sociais de diversas vertentes, mas o maior poder do mundo está em sentir-se bem, pois sentimento positivo é sinônimo de liberdade.


segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Boa Alternativa

Percebo que as pessoas necessitam de alguma bengala para mantê-las firmes, tome consciência de que não estou julgando, pois eu também necessito de minhas bengalas. Um exemplo de bengala é a religião, ou a maneira em que se crê na vida. Cada ser tem uma visão limitada do que é o mundo, pois falta entender que o mundo é de cada um, o mundo somos nós que criamos em nossas mentes.

Existe uma maneira de se viver de forma tranquila, é o que ultimamente tenho tomado como partido de vida e que me da certeza para continuar sempre em frente. Conheça o que chamo de Amor Incondicional, o amor que da energia para viver, e não apenas mero costume do clichê romântico-midiático. Tentar sempre se colocar no lugar do outro faz parte do entendimento da vida, de que todos estão em um caminho paralelo, ou até cruzado ao seu. Unindo o Amor Incondicional com o fator inicial da lei da atração, chegamos a uma conclusão: ao entendermos a fonte da vida, ou seja, já amando incondicionalmente, estaremos colhendo o que plantamos. Quando alguém lhe fizer o mal, como no exemplo de um assalto, se você estiver com a compreensão aguçada se manterá firme e positivo por entender o por quê daquela pessoa agir assim.

Pode parecer óbvio para muitos leitores o que aqui largo em breves palavras, porém ao observar a atitude diária da sociedade na qual tenho oportunidade de viver, não encontro soluções e apenas perguntas. Falta Atitude.

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Templos do Consumo

Quando imaginamos como eram os templos do passado em civilizações que marcaram como os gregos, romanos, egípcios, maias, fenícios, entre outras, normalmente nos referimos a atividades religiosas que não fazem sentido para nós que nos declaramos tão "racionais", porém no seu tempo possa ter representado a maneira de como se viveu aquele povo e como funcionava sua economia. Fico imaginando no futuro quando alguém for estudar a nossa civilização, o que será que falarão de nossos templos?

Ano 4200 d.c, um mestre começa a explicar o que se sabe sobre o passado:

"Os templos do consumo, na época conhecidos como shoppings, palavra de origem anglo saxônica, eram locais onde se praticavam a adoração ao ouro, couro, lã e outros materiais que tinham o simbolismo da felicidade e da fartura. As reuniões não eram organizadas, cada ser poderia declarar sua devoção ao templo quando quisesse, porém aqueles que não recebiam os valores impostos pela religião do capitalismo, acabavam pertencendo a uma classe inferior da sociedade, portanto as pessoas daquela época costumavam manter seu elo religioso estável como forma de poder. A religião do capitalismo durou pouco tempo, foi imposta na metade do século XX e teve sua decadência na metade do século XXI através da grande influência de antigas filosofias orientais. Nos templos também havia grande apreciação a alimentação rápida, reflexo do estilo de vida que a devoção capitalista implicava, sendo considerada por alguns estudiosos a antítese do budismo e do catolicismo, que pregavam a calma e a paciência. Os seres que viveram este tempo, e que foram adeptos da filosofia espelhada pelos templos, acreditavam serem deuses de si mesmos, caracterizando um politeísmo em função da existência de crenças em diversos materiais. Dentro dos templos era necessário a utilização de roupas ritualísticas, sendo completamente proibido o nudismo, pois o corpo era considerado atentado aos deuses de cada ser. A comunicação entre os devotos deveria ser restrita, parcial e muito moderada. Cientistas atuais acreditam estarem perto de descobrir a função de um material que foi muito encontrado em formas cilíndricas. Descobriram antigos textos onde haviam trechos sobre algo conhecido como petróleo, porém as explosões nucleares mal datadas destruíram a maioria dos dados por eles deixados."

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Enquanto te exploram, tu gritas gol!

Estava analisando a propaganda eleitoral para decidir qual vai ser meu candidato(a), ou melhor, para poder criticar essa corja de ladrões hipócritas, cínicos e de atitudes execráveis.
Quando os vejo falando não percebo intenção alguma de expor uma proposta, apenas vomitam palavras: "Fui médico, estudei não sei aonde, sou formado pela academia do escambau ao quadrado". Não sei quanto a você, mas eu não quero saber quem o candidato é, eu quero saber o que ele pode fazer para melhorar a situação do país, quero saber o que ele vai fazer em relação a destruição da Amazônia, quero saber o por quê de tantos impostos, mas se ele quizer me falar algo pessoal, me diga com sinceridade o por quê de querer se tornar presidente.
Toda criança tem aquela ilusão inocente sobre o que é ser presidente, imaginam um homem responsável que preza pelo melhor de sua nação, mas o sonho acaba quando se descobre a ambição humana, o veneno mais mortal que já existiu.
Então me pergunto: O que leva alguém, que conhece a situação desgraçada em que sobrevive o Brasil(é, talvez não conheça), a querer a presidência? Seria em busca de fama? Grana? Sonhar com um país melhor? A mistura de ambos? Sugiro que assista a propaganda eleitoral e tente imaginar o por quê de cada candidato querer o cargo. Estava focando Luís Inácio Lula da Silva a última vez que fiz isso, e percebi que está em todas propagandas de Dilma Rousseff. Uéh? Ele deixou de ser presidente para se tornar garoto propaganda?  É mais importante para Lula que Dilma ganhe do que cuidar do Brasil? Ahh, quase me esqueci que quem comanda o Brasil não é o presidente nem o senado, é o dinheiro, ou seja, a burguesia, a indústria.

 Um bom exemplo do comando brasileiro pela indústria é o caso da legalização ou não da Cannabis, conhecida como Maconha, pois caso ela seja legalizada quem sofrerá será a industria do tabaco, do alcoól e a farmacêutica. Farmacêutica? Como assim? Fácil de explicar: a cannabis, como muitas ervas, tem poderes medicinais, como para pessoas que passam pelo tratamento de quimioterapia, portanto ter uma planta de cannabis em casa e não comprar remédios seria uma perda absurda para a indústria famarcêutica, ou você acredita que alguém se preocupa com a saúde da nação? Então por que não diminuem a emissão de CO, ou ensinam as crianças a se alimentarem corretamente nas escolas?

A era da internet está mudando a face dos políticos, pois mentir agora é mais difícil, pena que existem muitas pessoas sem informação que são obrigadas a votar. O voto não vai ser facultativo tão cedo, a não ser que o povo pare de pensar só em bunda e futebol e comece a estudar o mundo. Estava passando por um viaduto na capital gaúcha e vi uma frase pichada interessante retratando o pão e circo atual: "Enquanto te exploram, tu gritas gol!"